Primeira missa campal na capela que os populares construíram no local das aparições e que foi alvo de um atentado à bomba em Março de 1922. A capelinha seria mais tarde reconstruída