De um lado, António Calvário, o primeiro concorrente a representar Portugal na Eurovisão com Oração (1964), que ficou em último lugar na final. Do outro, Salvador Sobral, com Amar pelos dois (2017), que trouxe para Portugal a primeira vitória no concurso europeu